Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sábado, 4 de junho de 2011

UTOPIA - «LOS SOCIALISTAS UTÓPICOS» - (`OS SOCIALISTAS UTÓPICOS`) - DOMINIQUE DESANTI



«LOS SOCIALISTAS UTÓPICOS»
  DOMINIQUE DESANTI
TRADUÇÃO: IGNACIO VIDAL
CAPA: «ILHA DA UTOPIA» segundo THOMAS MORUS
EDITORIAL ANAGRAMA
BARCELONA, 1973
ISBN: 84-339-0112-5
Depósito Legal: B. 22554 - 1973
TÍTULO ORIGINAL: «LES SOCIALISTES DE L'UTOPIE»
PAYOT
PARIS, 1970




UTOPIA: não há lugar, sem lugar, traduz QUEVEDO no prólogo à versão, já então expurgada pelo SANTO OFÍCIO, que em 1627 fez Don Jerónimo António de Medina y Porres da obra de THOMAS MORUS.
«Ver-se-à que desde há muito tempo o mundo possui o sonho de uma coisa da qual só lhe falta ter a consciência para realmente a possuir», escreveu, em Setembro de 1843 KARL MARX a RUGE.
Porém este facto não o impediu de qualificar de ´UTOPISTAS` os homens que desde finais do século XVIII até meados do XIX, procuravam achar um lugar, tanto na Terra como na consciência dos homens, para este sonho irrealizado, e ergueu-lhes uma barreira face aos socialistas que seguiam a sua teoria, únicos classificados como científicos. dialécticos e materialistas.
Durante muito tempo o anátema produziu efeito e relegou a sua obra apenas à atenção de especialistas, eruditos e curiosos.; porém desde a explosão do MAIO de 68 em França e do movimento ´HIPPY` o interesse em relação ao ´SOCIALISMO UTÓPICO` é cada vez maior, como o demonstra a profusa literatura e prática sobre novos projectos e realizações de comunas e falanstérios.
DOMINIQUE DESANTI, autora também de um interessante livro sobre a ´INTERNACIONAL COMUNISTA`,
estuda com minúcia e simpatia a vida e a obra dos homens que desde BABEUF até OWEN, passaram por FOURIER, SAIN-SIMON, CABET e outros, que assinalaram as diferentes etapas e evoluções do ´SOCIALISMO UTÓPICO` , incluindo também nesta obra, no final de enorme valor, uma antologia dos seus textos, na maioria inéditos ou publicados em antigas edições de encontro difícil!...

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue