Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

quinta-feira, 29 de março de 2012

«PARA UM NOVO HUMANISMO» - 1949 - 4º ENCONTRO INTERNACIONAL DE GENEBRA






                                «PARA UM NOVO HUMANISMO»


R. Grousset - K. Barth - Rev.º Pdre Maydieu - P. Masson-Oursel - M. Leroy
        H. Lefebvre - J. B. S. Haldane - J. Middleton-Murry - K. Jaspers


(1949) 4 dos


ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA
   ´Texto integral das conferências e debates`
     (Vários tradutores da versão portuguesa)


PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA
Edição nº 8/5/1188
Lisboa, Maio de 1964
422 págs.


Título original: «POUR UN NOUVEL HUMANISME»
´Les Éditions de la Baconnière, Neuchâtel, 1949
397 págs.




        ADVERTÊNCIA (da COMISSÃO dos EIG)


A reputação dos Encontros Internacionais de Genebra está já consolidada. Este acontecimento anual tornou-se uma verdadeira tradição e desperta, na imprensa e na rádio, ecos suficientemente fortes para que desnecessário seja insistir na amplitude da sua projecção intelectual. No entanto, tal como aconteceria em relação a qualquer outro congresso do mesmo género, poderão, naturalmente ser postos em causa, quer os seus próprios fundamentos, quer a escolha dos conferencistas e o maior ou menor grau de oportunidade dos temas que lhe são propostos.
Assim, para dar aos que se interessam por estes debates e neles não tenham podido participar a possibilidade de serenamente formularem uma opinião, uma vez mais se achou conveniente e desejável publicar em volume o texto das conferências e das discussões que animaram a demanda de um ´novo humanismo`.
O texto das nove conferências foi reproduzido na íntegra e completado com anotações necessárias à sua compreensão. Quanto aos ´debates`, travados quer a propósito de cada uma das conferências, quer para livre discussão em torno de uma questão que se prenda com o tema central, não foi possível transcrevê-los integralmente. Houve, na verdade, que limitar ao essencial a transcrição de uma que outra intervenção, resumindo-se em tipo mais reduzido os passos indispensáveis ao desenvolvimento das ideias do interventor.
O presente volume constitui a versão fiel da edição original do Encontros de 1949.




Conferências e debates (início a 131 de agosto e fim a 10 de setembro):


RENÉ GROUSSET: ´O humanismo clássico e o mundo moderno` - dia 31 (trad. port. António Borges Coelho)
1ª DEBATE, presidido por Antony Babel - dia 2 de set. (trad port António Borges Coelho)
KARL BARTH: ´A actualidade da mensagem cristã ` -  dia 1 de set. ( trad. port. João Bénard da Costa)
R. P. MAYDIEU: ´A actualidade da mensagem cristã ` - dia 1 de set. ( trad. port. João Bénard da Costa)
2º DEBATE, presidido por Albert Rheinwald - dia 3 de set. (trad. port. António Borges Coelho)
3º DEBATE, presidido por Samuel Baud-Bovy - dia 5 de set. ( trad. port. Manuel Correia Leite)
PAUL MASSON-OURSEL: ´O homem das civiliozações orientais` - 2 set. ( tr. port. Orlando Pinto Baptista)
MAXIME LEROY: ´O homem das revoluções técnicas e industriais` - 3 de set. (tr. port, Orlando Pinto Baptista)
4º DEBATE, presidido por Robert de Traz - dia 6 de set. ( trad. port. Orlando Pinto Baptista)
HENRI LEFEBVRE: ´O homem das revoluções políticas e sociais` - 5 set. ( trad. port. Orlando Pinto Baptista)
J.B.S. HALDANE: ´O homem no universo visto por um sábio` - 6 set (trad. port. António Borges Coelho)
5º DEBATE. presidido por Maurice Ducommun - 7 de set. (trad. port. Manuel Correia Leite)
6º DEBATE, presidido por Henri  de Ziégler - 8 de set. (trad. port. Manuel Correia Leite)
JOHN MIDDLETON-MURRY: ´A posição do homem no universo vista por um escritor` - dia 7 (Man. Correia Leite)
7º DEBATE, presidido por René Dovaz - dia 9 de set. (trad. port. Manuel Correia Leite)
KARL JASPERS: ´Condições e possibilidades de um novo humanismo` 8 set. (trad. port. João Bénard da Costa)




Síntese:


De uma maneira muito esquemática, poderá, em princípio, estabelecer-se que, hoje como ontem, o conceito de humanismo pressupõe as seguintes ideias:


a) Ideia da universalidade humana;
b) Ideia da unidade do homem;
c) Ideia de um fim, de uma ´vocação`temporal ou eterna da espécie.


A realidade do mundo moderno não raro contradiz, no entanto, tais ideias. A universalidade humana é ainda contrariada pela escassez de uma comunicação viva entre as culturas e entre as classes sociais.
O pensamento move-se em planos que se ajustam mal e assiste-se, por vezes, a uma verdadeira desintegração das esferas do conhecimento, procurando cada uma delas reivindicar o monopólio da explicação do homem e opondo, assim, sérios obstáculos à ideia de unidade. Multiplicam-se e digladiam-se as tentativas de interpretação do universo que nos rodeia.
Já aos promotores dos ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA, perante uma perspectiva destas, se colocava a necessidade de procurar criar as condições para o florescimento de um novo humanismo e, acima de tudo procurar o modo da sua realização...O como actuar! Equacionar este problema é por em questão o próprio ser do homem, o seu lugar e a sua função no mundo em que se integra.
Ao escolher este tema para a sua reunião de 1949, a comissão organizadora dos ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA indicou, como aliás já tinha feito e continuou  a fazer em relação a outros de idêntica delicadeza, o único caminho viável para uma tentativa de aproximação: a do diálogo, do debate aberto e franco, do confronto entre os vários conceitos de humanismo e entre as soluções que cada um deles propõe para a construção do homem futuro.






Nota: A propósito de uma afirmação de Henri Lefebvre, já neste espaço citamos esta obra!...
http://skocky-alcyone.blogspot.pt/2011/05/para-um-novo-humanismo-encontros.html

sexta-feira, 23 de março de 2012

«DEBATE SOBRE A ARTE CONTEMPORÂNEA» - 1948 - 3º ENCONTRO INTERNACIONAL DE GENEBRA





              «DEBATE SOBRE A ARTE CONTEMPORÂNEA»


       Cassou - Ansermet - T. Maulnier - M.-P. Fouchet - Portmann
                        Vittorini - Ch. Morgan - G. Marcel




(1948) 3º dos
ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA
´Texto integral das conferências e debates`
(Vários tradutores da versão portuguesa)


PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA
Lisboa, 1963
437 págs.


Título original: «DÉBATS SUR L'ART CONTEMPORAIN»
´Les Éditions de la Baconnière, Neuchâtel,1948`
414 págs.




         ADVERTÊNCIA (da COMISSÃO dos EIG)


O tema proposto aos participantes dos terceiros ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA (setembro de 1948)  permitia esperar uma fidelidade ao espírito próprio dos precedentes Encontros: a atenção aos problemas mais sérios do nosso tempo; anunciava também o carácter novo de uma delimitação mais restrita do campo de investigação. Tal foi o duplo aspecto deste «Debate sobre a arte contemporânea», que se poderia descrever como um diálogo equilibrado entre o especialista e o filósofo, de resto frequentemente reunidos em uma mesma pessoa.
O presente volume constitui a edição original deste ´Debate` . De algumas das passagens lidas ou pronunciadas em inglês, são aqui dadas em tradução francesa.
As oito ´conferências` aqui figuram ´in-extenso` , tal qual foram pronunciadas. Anotações indicam os complementos  que foi possível a seus autores aqui introduzir.
Cada ´debate` era baseado na discussão de uma das conferências. O assunto é tão abundante que foi necessário tomar a decisão de dispensar ao leitor apenas o essencial, substituindo assim às passagens omitidas, breves resumos compostos em caracteres pequenos. No que respeita ao critério desta escolha, sem negligenciar o interesse intrínseco de cada texto, o fio condutor consistiu numa preocupação de unidade e acima de tudo restituir a confrontação imediata das personalidades e dos temperamentos, o choque dos pontos de vista atendendo à sua expressão não concertada, não retocada, nascida no e do momento: em suma, tudo aquilo que faz destes encontros autêntico «encontros»


JEAN CASSOU: ´A situação da arte contemporânea` - Conferência de1º de setembro
ERNEST ANSERMET: ´A experiência musical e o mundo de hoje` - Conferência de 2 de setembro
PRIMEIRO DEBATE, 3 de setembro
THIERRY MAULNIER: ´Situação da arte contemporânea` - Conferência de 3 de setembro
MAX-POL FOUCHET: ´Significação da arte contemporânea` - Conferência de 4 de setembro
TERCEIRO DEBATE, 6 de setembro
ADOLPHE PORTMANN: ´A arte na vida do homem`- Conferência de 7 de setembro
QUARTO DEBATE, 7 de setembro
ELIO VITTORINI: ´Deve o artista comprometer-se?` - Conferência de 8 de setembro
QUINTO DEBATE, 8 de setembro
CHARLES MORGAN: ´A independência dos escritores` - Conferência de 8 de setembro
SEXTO DEBATE, 9 de setembro
GABRIEL MARCEL: ´As condições para uma renovação da arte` - Conferência de 9 de setembro
SÉTIMO DEBATE, 10 de setembro
OITAVO DEBATE, 11 de setembro


APÊNDICES: Intervenções de ALEXANDRE MARAÏ - GEORGES-EMMANUEL CLANCIER


Nota: Lamentamos não poder indicar o nome dos tradutores da versão portuguesa, devido ao facto de a obra que possuímos estar ´emprestadada` . Agradeço a quem na Net proporciona imagens de capas e outras indicações!...


http://skocky-alcyone.blogspot.pt/2011/06/situacao-da-arte-moderna-jean-cassou.html 



quarta-feira, 21 de março de 2012

«PROGRESSO TÉCNICO E PROGRESSO MORAL» - 1947 - 2ª ENCONTRO INTERNACIONAL DE GENEBRA




           «PROGRESSO TÉCNICO E PROGRESSO MORAL»


A. Berdiaeff  - A. Siegfried - E. Mounier - E. D'Ors - Siddeswarananda
       M. Prenant - T.Spoerri - J. B. S. Haldane - G. Ruggiero


(1947) 2º dos


ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA
´Texto integral das conferências e debates`
(Vários tradutores da versão portuguesa)


PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA
Edição nº 8/2/1126
Lisboa, Abril de 1963
530 págs.


Titulo original: «PROGRÈS TECHNIQUE ET PROGRÈS MORAL»
´Les Éditions de la Baconnière, Neuchâtel, 1948
488 págs.


   
         ADVERTÊNCIA (da COMISSÃO dos EIG)


Os Encontros Internacionais de Genebra, reuniões anuais em torno de certo problema essencial do nosso tempo, obtiveram, desde a sua criação, uma tal audiência que já não é necessário lemvrar o que constituem estes vastos confrontos de pensadores, vistos de todas as latitudes geográficas e espirituais para exprimirem os seus pontos de vista em ´conferências` e discuti-los no decurso de debates públicos. 
Os segundos Encontros, reunidos em Setembro de 1947, tiveram uma repercussão muito especial, que bastaria para justificar a urgência do problema examinado, ou seja, as relações entre progresso técnico e progresso moral, que constituem talvez o problema actual, pondo em causa a sorte das nossas civilizações, a sorte do próprio homem - a sua «magnificação», segundo os temas de J. B. S. Haldane, ou a sua desgraça.
Parecia, pois, de grande importância, a publicação dos textos integrais destas ´conferências` e destes ´debates`. O presente volume constitui a sua edição original.
Julgou-se oportuno manter  no texto de certas ´conferências` curtos passos que os seus autores, apertados pelo tempo, tiveram de se resignar a não ler. Estes aditamentos em nada modificam o sentido ou o teor das exposições, antes tornando mais acessível a inteligência do pensamento expresso.


«Levará  o desenvolvimento da técnica e das forças produtivas da humanidade, ao mesmo tempo que melhoram as
 suas condições de vida social, a um aumento das possibilidades de progresso moral, quer para a humanidade no
  seu conjunto, quer p+ara os indivíduos superiormente dotados?
  Seja qual for a resposta a esta interrogação, todos os problemas do homem, se ligam ao do «progresso técnico e progresso
   moral». Estas preocupações são de uma tal gravidade que justificam amplamente, parece-nos, o confronto de ideias
  contido neste volume.


                                                                   A   COMISSÃO ORGANIZADORA DOS
                                                            ENCONTROS   INTERNACIONAIS DE GENEBRA


Conferências e debates:


ANDRÉ SIEGFRIED: ´Exposição sobre o conceito de progresso` - 1 de Setembro de 1947 (trad. Carlos Montenegro Miguel)
MARCEL PRENANT: ´O progresso humano visto por um biologista` - 2 de Set. (trad, Arquimedes da Silva Santos)
EUGENIO D'ORS: ´Do paternal e do fraternal - 3 de Set. (trad. João Bénard da Costa)
Primeiro Debate: 3 de Set. (trad. Arquimedes da Silva Santos) - Presidido por Antony Babel
NICOLAS BERDIAEFF: ´O homem da civilização técnica` - 4 de Set. (trad. João Bénard da Costa)
Segundo Debate: 4 de Set. (trad. António Borges Coelho) - Presidido por Henri de Ziégler
Terceiro Debate: 5 de Set. (trad. António Borges Coelho) - Presidido por Maurice Ducommun
J.B.S. HALDANE: 6 de Set. ´Influência do progresso técnico no progresso moral` (trad. Arquimedes da Silva Santos)
GUIDO DE RUGGIERO:  8 de Set. ´O fim e os meios` (trad. Carlos Montenegro Miguel)
Quarto Debate: 9 de Set. (trad. João Bénard da Costa) - Presidido por Victor Martin
TÉOPHILE SPOERRI: 10 de Set. ´Elementos de uma moral criadora`(trad. António Ramos Rosa)
SWAMI SIDDHERESWARANANDA: 11 de Set. ´A consciência humana e a angústia da civilização` (trad. António Ramos Rosa)
Quinto Debate: 11 de Set. (trad. Arquimedes da Silva Santos) - Presidido por Robert de Traz
Sexto Debate: 12 de Set. (trad. Manuel Villaverde Cabral) - Presidido por Antony Babel
EMMANUEL MOUNIER: 13 de Set. ´A consciência e a ideia de progresso` (trad. de João Bénard da Costa)
Sétimo Debate: 13 de Set. (trad. Carlos Montenegro Miguel) - Presidido por Ernest Ansermet
Apêndice


NOTA: Analisando o problema do ponto de vista filosófico ou do ponto de vista científico, sociológico ou ético, os participantes no Segundo Encontro Internacional de Genebra quase se limitaram a formular a mesma, e fundamental, interrogação: «Será o progresso moral independente do progresso técnico, ou, pelo contrário, o progresso técnico de uma sociedade implica, a prazo mais ou menos longo, um progresso moral?» Em torno deste problema se enfrentaram, essencialmente, as duas grandes concepções do mundo: ´espirirualistas` de um lado e ´materialistas`do outro!...


http://www.etc.pt/VP/ler_seccao25231.html?diranter182*31%7C11 

http://books.google.pt/books/about/Progresso_t%C3%A9cnico_e_progresso_moral.html?id=I-KnygAACAAJ&redir_esc=y


terça-feira, 13 de março de 2012

«O ESPÍRITO EUROPEU» - 1946 1º ´ENCONTRO INTERNACIONAL DE GENEBRA`



          «O ESPÍRITO EUROPEU» 


Benda - Bernanos - Jaspers - Spender - Guéenno
Flora - Rougemont - Salis - Lukàcks


(1946) 1ª dos


ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA
 ´Texto integral das conferências e dos debates`
(Vários tradutores da versão portuguesa)


PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA
Edição nº 1111
LISBOA, Dezembro de 1962
371 págs.


Título original: «L'ESPRIT EUROPÉEN»
´Hitoire et société d'aujourd'hui
´Les éditions de la Baconnière` , Neuchâtel, 1947
364 págs.


        ADVERTÊNCIA (da COMISSÃO dos EIG)


Os Encontros Internacionais de Genebra efectuaram-se nesta cidade em Setembro de 1946 e neles se reuniram intelectuais vindos de toda a Europa, contando-se entre eles alguns dos melhores representantes do pensamento contemporâneo.
Nove dessas individualidades fizeram conferências na Aula da Universidade e na Sala da Reformação, nas quais expuseram os seus pontos de vista sobre ´o espírito europeu`. Os seus auditores tiveram oportunidade, que aproveitaram, de discutir as ideias emitidas: cinco ´debates`se acrescentaram, pois, à utilidade desse vasto confronto, cujo objectivo essencial era de todos tomarem clara consciência de uma realidade muitas vezes mais amada do que bem conhecida, considerando-se essa tomada de consciência como condição necessária a uma acção eficaz.
O volume presente contém os textos ´in extenso` das ´conferências` e dos ´debates` e constitui a sua única edição.
Duas das conferências e algumas das intervenções nos debates foram pronunciadas em alemão, inglês ou italiano. Dão-se aqui as traduções integrais, segundo o francês da conferências de Georg Lukács e de Karl Jaspers.


Conferências e debates:


FRANCESCO FLORA - 3 deSetembro de 1946 (Trad. João Bénard da Costa)
Primeiro Debate (No Ateneu) - 4 de Set. - Presidente: Henri de ZIÈGLER
                           (trad. de Fernando Moreira Ferreira)
JEAN-RODOLPH DE SALIS - 5 de Set. (Trad. de Zita Mendonça)
JEAN GUÈENNO - 6 de Set. - (Trad. de Zita de Mendonça)
Segundo Dedate (No Ateneu) - 7 de Set. - Presidente: Antony Babel (trad. Zita de Mendonça)
DENIS DE ROUGEMONT - 8 de Set. (trad. João Bénard da COSTA
GEORG LUKÁCS - 9 de Set. (trad. para francês de Mdme. Schidlof))
                           (trad. M. Villaverde Cabral)
Terceiro Debate (No Ateneu) - 10 de Set. - Presidente: Marcel Raymond (trad. M. Villaverde Cabral)
STEPHEN SPENDER - 11 de Set. (trad. M. Villaverde Cabral)
Quarto dedate: 12 de Set. - Presidente: Victor Martin (trad. M. Villaverde Cabral)
GEORGES BERNANOS - 12 de Set. (trad. Fernando Moreira Ferreira
KARL JASPERS - 13 de Set. (trad. para francês de Mell. Jeanne Hersch) - (trad. João Bénard da Costa)
Quinto Debate - (Ateneu) - 14 de Set. - Presidente: Ernest Ansermet (trad. João Bénard da Costa)
Apêndice - Intervenção de René Guillouin (3º Debate)


INDICE dos participantes no debates
SUMÁRIO


Nota final: Os Encontros decorreram enquadrados numa série de realizações culturais que compreenderam também concertos, recitais e representações teatrais, tão grande projecção haviam de vir a ter em todo o mundo.
A publicação em volume da conferências e debates veio dar ainda maior expansão a estes Encontros, que, baseados num processo de trabalho que permite uma ampla e fecunda troca de ideias, constituem por assim dizer, uma súmula do que sobre os mais prementes e actuais problemas nos domínios da arte, da filosofia, da ciência, da técnica ou da sociologia pensam os mais esclarecidos espíritos.
Colocando frente a frente personalidades tão eminentes e tão diversas, pondo em confronto as mais diversas visões do mundo, estas conferências mantêm ainda hoje, a tantos anos de distância, a mesma actualidade e a mesma projecção que tinham nesse Verão já longínquo de 1946, iniciaram uma das mais positivas manifestações de ´convívio`no plano intelectual de que pode orgulhar-se o ´espírito europeu`.





domingo, 11 de março de 2012

´PROPÓSITOS` da «COMISSÃO ORGANIZADORA DOS ´ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA` » e de alguns intervenientes!



«Não é precisamente nesta hora em que as ideologias e os nacionalismos se obstinam numa oposição cada vez mais acentuada, com tudo o que esta obstinação comporta de angústia e ameaças, que é necessário promover os contactos entre os adversários, de os incitar a discutir, de instituir entre eles diálogos úteis para todos os homens de boa vontade - quer dizer, todos aqueles para quem as divergências de opiniões, mesmo profundas, não querem necessariamente emparelhar com o ódio, com a violência, com a guerra...?
Há um problema que consiste em determinar por força de que escolha ou de recusa decisiva o homem ficaria em condições de salvar aquilo que deve sobreviver-lhe e de assegurar a passagem a uma civilização futura, preparando assim um novo humanismo em que ´o melhor do homem` achasse o princípio da sua concretização.
É nosso desejo que todos os conferencistas e convidados dos «ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA» tenham a coragem de ir até ao fundo daquilo que pensam. Mas gostaríamos também que eles se preocupassem com o desbravamento de caminhos que os levassem precisamente a ´encontrar` os de outrem e os fizessem prosseguir na demanda de uma verdade que, sem ser a de uma escola ou  de uma doutrina, brilhasse universalmente.»


                                    A COMISSÃO ORGANIZADORA DOS 
                          «ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA»






«O ardente entusiasmo por iniciativas que pretendem reanimar os valores humanos e sociais fez de Genebra um centro internacional onde os eventos encontram larga ressonância nos meios políticos e culturais do mundo. De facto, de todas as manifestações intelectuais que se tentaram após a última guerra mundial são os «ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA» que têm alcançado maior eco e mais duradouro prestígio. A comissão organizadora dos Encontros convidou um grupo de individualidades entre as mais conhecidas e representativas da cultura europeia não apenas para renovar laços culturais, mas sobretudo para promover e encorajar a reconstrução política e moral da Europa.
Os resultados destes Encontros podem resumir-se na comum e sincera aspiração da ´elite` intelectual europeia, em busca de uma solução para as crise contemporânea.» 


                                                                                             A.  NOBILLE-VENTURA


«Nos Encontros não se trata de por de acordo deístas e idealistas, existencialistas e positivistas, católicos, protestantes e judeus. O mérito incontestável de uma empresa consiste precisamente no facto de permitir a pessoas de diferentes países que se ´encontrem`. E, assim os E. I. G. contribuem para quebrar as limitações que às ideias impõe o peso morto da geografia. Por outro lado - e é esse o seu mais visível mérito -, os Encontros traçam uma pintura viva, apresentam uma espécie de comentário anual da civilização europeia - coisa preciosa para a descoberta de terrenos comuns a defender em comum.»


                                                                                             BERNARD  WALL




Será oportuno interrogarmo-nos, de um modo sincero e autêntico, após o surgimento do «BENELUX», da «CECA», da «CEE» E DA «UE», e de tantas organizações supra-nacionais,sobre os motivos que conduziram a Europa ao ´impasse` que nos é dado apreciar hodiernamente?!...
Faço votos par que a meditação e devida assimilação humilde de todas as reflexões feitas ao longo de tantos anos pelos EIG, possam ajuda a evitar o desastre ao qual o corajoso idealista Francisco Lyon de Castro não gostaria de assistir no plano da construção europeia...



«ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA» - («RENCONTRES INTERNATIONALES DE GENÈVE»

                   
                                EM MEMÓRIA DE FRANCISCO LYON DE CASTRO

Logo após o termo da ´2ª GUERRA MUNDIAL` , forma-se em Genebra, na Suiça, (cidade de fala francesa e sede de muitas Organizações que aí se constituiram, dado a Suiça ser um país neutral, tais a «SOCIEDADE DAS NAÇÕES» (SDN) também conhecida por «LIGA DAS NAÇÕES»), ainda em 1945 um «SECRETARIADO GERAL ou «COMISSÃO ORGANIZADORA» dos «ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA»!
Esses «ENCONTROS» iniciaram-se em 1946, e têm sido, desde o início um lugar de debate das questões mais candentes que preocupam os homens. Realizados primeiro anualmente, têm contado com a colaboração interventiva das mais altas figuras do pensamento mundial, representando os mais diversos quadrantes ideológicos! A partir de 1965 passaram a ser bienais (1946-2010). 
Em Portugal, Francisco Lyon de Castro, fundador das «PUBLICAÇÕES EUROPA AMÉRICA», editou pelo menos 14 volumes contendo os ´processos-verbais` de «ENCONTROS» entre 1946 e 1969, sendo que os primeiros 13 foram lançados numa colecção especial, tendo como título precisamente «ENCONTROS INTERNACIONAIS DE GENEBRA» e um volume intitulado «LIBERDADE E ORDEM SOCIAL», na colecção «ESTUDOS E DOCUMENTOS», editado em 1975 e referente ao «ENCONTRO» de 1969. O 1º volume que inaugura  a colecção ´EIG`é editado em Portugal em 1962 e contêm as comunicações e debates do 1º ´ENCONTRO` (1946)!


Procurarei elencar os «EIG» de 1946 a 1969, que foram editados em francês pelas «ÉDITIONS DE LA BACONNIÈRE» - NEUCHATEL (publicados em Boudry). Desde já refiro que a partir de 1997 a edição ficou a cargo das «ÉDITIONS L'AGE DE L'HOMME» - LAUSANNE. O critério que segui tem a ver com o facto de as «PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA» apenas terem editado 14 vols. entre 1946 e 1969! As datas iniciais referem-se aos «ENCONTROS» realizados em GENEBRA, a data final refere-se à edição das «P. E.-A.», quando houve edição portuguesa...O sinal de interrogação significa que os livros referentes foram ´emprestadados` e consequentemente não os posso consultar...


1946 - «O ESPÍRITO EUROPEU» (1962)
1947 - «PROGRESSO TÉCNICO E PROGRESSO MORAL» (1963)
1948 - «DEBATE SOBRE A ARTE CONTEMPORÂNEA» (1963)
1949 - «PARA UM NOVO HUMANISMO» (1964)
1950 - «OS DIREITOS DO ESPÍRITO E AS EXIGÊNCIAS SOCIAIS» (1964)
1951 - «O CONHECIMENTO DO HOMEM DO SÉCULO XX» (1966)
1952 - «O HOMEM PERANTE A CIÊNCIA» (1967)
1953 - «A ANGÚSTIA DO TEMPO PRESENTE E OS DEVERES DO ESPÍRITO» (1968)
1954 - «O  NOVO MUNDO E A EUROPA»  (1969)
1955 - «ESTARÁ A CULTURA EM PERIGO?» (1971)
1956 - «TRADIÇÃO E INOVAÇÃO»  (não editado em português)
1957 - «A EUROPA E O MUNDO DE HOJE»  (não editado em português)
1958 - «O HOMEM E O ÁTOMO»  (idem)
1959 - «O TRABALHO E O HOMEM» (idem)
1960 - «A FOME» (1963)
1961 - «AS CONDIÇÕES DA FELICIDADE» (não editado em português)
1962 - « A VIDA E O TEMPO»  (idem)
1963 - «DIÁLOGO OU VIOLÊNCIA» (1965) - Fora do mercado pela censura!
1964 - «COMO VIVER AMANHÃ?» (1966)
1965 - «O ROBOT, O ANIMAL E O HOMEM» (1967)
1967 - «A ARTE NA SOCIEDADE DE HOJE» (não editado em português)
1969 - «A LIBERDADE E A ORDEM SOCIAL» (1975) - fora da colecção «EIG»


Havendo tempo e saúde analisaremos sumariamente neste espaço as obras  que disponho. Quero desde já informar que não sou vendedor de livros e por conseguinte não vale a pena contactos para aquisição!...


http://www.rencontres-int-geneve.ch/bibliotheque.html
http://www.unige.ch/ieug/ressources/archives/fonds/AA1.html

sexta-feira, 9 de março de 2012

DA HIPOCRISIA DA ´MICROSOFT` E ´QUEJANDOS`...E DA RESPOSTA DA GOOGLE!...

«A INTERNET É MAIOR QUE O GOOGLE», excelente réplica do porta-voz do ´GOOGLE` BRASIL!

Claro que sim! A(O) ´GOOGLE` é uma empresa inovadora e é genuíno e de direito que existe para prestar serviços e para de aí poder tirar o devido proveito, isto é: ´LUCRAR`!...


Não foi de ânimo leve que, apesar de dificuldades posturais para postar, me decidi a relembrar parte do texto que neste espaço saiu a 27 de Janeiro de 2011!


Vou aqui reproduzir essa parte a que me refiro:



´Foi com muita alegria que me foi dado constatar que a obra acima referida, e da qual reproduzimos a capa,
foi digitalizada pela «GOOGLE» e posta ´on line` à disposição dos interessados!
Quando em Julho de 2007 fiz referência a esta obra no espaço http://skocky.spaces.live.com/ , intitulado
´Espaço de Alcyone`, a mesma obra nem sequer aparecia referenciada na Internet! Depressa me apercebi
que, por falta total de experiência, estava a ´postar` num espaço eminentemente ´social` de beijinhos e abraços, onde a informação cairia em saco roto não fora o interesse de divulgação da informação da ´Google` , através do deu magnífico browser! 
Como a empresa onde ´postava` se lembrou de me massacrar com um tal ´filtro de segurança` , quando
em minha residência só habitam dois adultos, a minha mulher e eu próprio, num acesso de fúria destruí uma
parte do dito ´espaço` , tendo-me sido assegurado que continuaria  a existir e foi com surpresa que 
constatei quererem mudar a designação anterior para o meu próprio nome, além de me obrigarem a outro
´url` : http:/fanagalozuidafrika.spaces.live.com . Fiquei desiludido e como ´blogava`já há tempos os 
títulos dos ´posts` para a ´blogger` da GOOGLE, tomei a decisão de me mudar para lá com armas e
bagagens!
Entretanto tinham-me chamado a atenção para um novo espaço ´social` , agora muito em voga, e que se aproveita do facto (estou a falar da minha experiência) de consentir que se chegue a quase 5.000 contactos e e num esfregar de olho nos dizem ter esse espaço ido às malvas!!!... Quer dizer, centenas de fotos, de ´posts`, de trabalho ´ficou tudo para a dita cuja`... Ainda por cima os milhares de contactos do primeiro espaço não podem ser acedidos pela Google e contudo o tal espaço ´social` beneficia dessa autorização, sendo que começou a concorrer com as companhias de informação e de serviço público como a Google!`


Então, face ao surgimento de espaços sociais globalizantes, como notoriamente o ´FACEBOOK` , que aglutina toda a espécie de informação e imagem, como poderia a ´GOOGLE` reagir, para poder manter a qualidade dos seus serviços, senão proporcionando uma oferta global que só poderá beneficiar os ´internautas`?!...


Tenho várias contas na ´GOOGLE` e sempre me foi facultado o seu acesso!
O mesmo não posso afirmar da ´MICROSOFT` que me dificultou o acesso aos meus espaços da ´Windows Live`, e acabou por me impedir o acesso ao meu correio ainda enviado para «alberto.c.ferreira@hotmai.com», bem como a «abellio_2007@msn» e «alecasfer@hotmail.com» !...


As fotos dos ´espaços`que possuí no Windows Live continuam a circular e a elas não tenho acesso! 


Tudo farei para brevemente voltar a postar aqui !!!

Pesquisar neste blogue