Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

quarta-feira, 21 de julho de 2010

«O LIBERALISMO EUROPEU» - Harold J. Laski




«O LIBERALISMO EUROPEU»
Harold J. Laski
Tradução: ávaro Cabral
Revisão: Yara Schramm
Capa de Plano: Palnejamento E promoções, Lda.
Biblioteca de Sociologia sob a direcção do
Prof. José Jeremias de Oliveira Filho
Editora Mestre Jou
São Paulo - 1973
1ª Edição em inglês - 1936
1ª Edição em espanhol - 1953
3ª Edição em inglês- 1958
1ª Impressão desta edição em inglês - 1962
1ªEdição em português - 1973
Título original: 
«An Essay in Interpretation»
George Allen & Unwin, Lyd
Ruskin House Museu Street
London, W.C. I


O liberalismo tornou-se, por excelência, a doutrina da civilização ocidental e o produto ideológico da ascensão ao poder de uma nova classe social: a burguesia. Da Reforma à Revolução Francesa, desenvolveram-se mudanças radicais, na vida económica da Europa, que tiveram como resultado tendências opostas às que imperavam nos tranquilos anos dos senhores feudais.
A partir do século XVI fortalece-se a evolução de conceitos e instituições que haviam sido considerados imutáveis, e tanto as bases jurídicas como o monopólio religioso sofrem profundas transformações. De outro lado, enquanto a ciência substituía a religião e a doutrina do progresso se impunha à inveterada crença no pecado original, o individualismo alcançava, progressivamente, a sua expressão máxima face ao indiscutido controle que, apenas por virtude do nascimento ou da crença, haviam exercido certos grupos sociais.
Harold J. Laski estuda magistralmente o desenvolvimento dessas correntes ideológicas em suas relações com a economia, a posse da terra e as contradições políticas da época, e analisa a participação de alguns notáveis pensadores que contribuíram para consolidar as novas normas directrizes. Porém ante a crise que hoje atravessam essas doutrinas, passado o esplendor que alcançaram no século XIX, faz destacar a necessidade de que sejam efectuados reajustes e criadas normas de maior justiça que tragam, em consequência, ´uma nova ordem social baseada em uma nova relação entre os homens`.


Sem comentários:

Pesquisar neste blogue