Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sábado, 28 de maio de 2011

«FOGO GREGO» - OLIVER TAPLIN

            «NÃO DE REGRESSO AOS GREGOS, MAS EM FRENTE COM OS GREGOS»




«FOGO GREGO»
OLIVER TAPLIN
TRADUÇÃO: ANA MARIA PIRES, CRISTINA DUARTE, CRISTINA PERES
                       EDUARDA FERREIRA, JORGE PIRES e LUÍS MAIO
REVISÃO DE TEXTO: MANUEL JOAQUIM VIEIRA
CAPA: ARMANDO LOPES
RTC/GRADIVA
1ª EDIÇÃO: Novembro/1990
Depósito legal n. 41 369/90
ISBN: 972-662-191-7
TÍTULO ORIGINAL:
«GREEK FIRE»
OLIVER TAPLIN
JONATHAN CAPE LTD.




O fogo grego servia para destruir as embarcações inimigas. Diz-se que permanecia aceso debaixo de água, submerso num elemento contrário.
Neta obra original e estimulante, OLIVER TAPLIN emprega o termo como uma metáfora para a admirável elasticidade da GRÉCIA ANTIGA, cuja influência se manteve durante mais de dois milénios, frequentemente submersa em culturas muito diferentes.
O fogo grego tem a capacidade de trazer o benefício e o prejuízo, pode estar à superfície ou encontrar
-se escondido e, como qualquer matéria semi-lendária, não tem importância por aquilo que foi na realidade, mas sim por aquilo que dizem ter sido.


O livro explora tudo o que sobreviveu da GRÉCIA ANTIGA e como o mundo moderno se inspirou, reagiu, imitou, transformou, parodiou, reciclou, subverteu ou recebeu a cultura grega,
O Autor mostra como uma nova visão do ideal grego - muito diferente da dos pintores renascentistas ou dos arquitectos vitorianos - flutua nas nossa vidas e o que pode o fenómeno significar para nós à medida que avançamos no tempo!






NOTA: Obra primorosamente encadernada, de 271 páginas e ´profusamente ilustrada` !...

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue