Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

«O KREMILN SEM STALIN» - Wolfgang Leonhard (´Kreml Ohne Stalin`)


                                                        Capa  da Encadernação


                                                                 Sobre-Capa


«O KREMLIN SEM STALIN»
   Wolfgang Leonhard
Tradução: Anton Hanna
Capa: Celestino Piatti
´Homens & Factos`- 2
Editora Meridiano
Lisboa, 1964

Título original: ´Kreml Ohne Stalin`
Kiepenneuer & Witsch, 1959

«Esta obra apresenta-nos uma imagem da evolução da Rússia Soviètica desde a morte de Stalin até à estabilização da ditadura do Partido, desde a direcção colectiva até à incontestada chefia de Kruchov. O que, em consideração superficial, se mostrou ao Ocidente como um resultado de lutas pessoais pelo poder, surge em contexto mais amplo como uma manifestação consequente de tendências contraditórias que caracterizaram a sociedade industrial soviética após a morte de Stalin. O autor investigou nesta obra, tanto cronológica como objectivamente, uma fase decisiva da política russa, da medida e dos limites das reformas pós-estalinianas. Discute-se a questão, várias vezes levantada, se seria possível falar-se de uma democratização da União Soviética e como pôde Kruchov arrebatar sem resistência o poder aos seus chefes mais eminentes.
A resposta, que não parte de opiniões preconcebidas, toma forma numa interpretação possível ou provável dos factos. Leonhard acredita num sentido autenticamente criminalista quando, por exemplo, esclarece os meses anteriores à morte de Stalin, durante os quais o ditador preparava a sua última grande purga, ou quando descreve os dramáticos acontecimentos que se seguiram. Esta obra constitui, deste modo, o documento mais pormenorizado, à época, mais rico em informação, e mais interessante que até aí se escrevera sobre o tema.»

Wolfgang Leonhard viveu a sua infância na URSS, porque a família pertencia à resistência anti-nazi! Escolheu, ainda criança viver na Rússia Soviética, lá estudou e veio a ingressar no Partido em 1943, precisamente quando Stalin dissolveu a III Internacional, mais conhecida por Internacional Comunista (Komintern)!
Decidiu ir viver para a Alemanha de Leste, mas percebeu desde logo que o regime era tão duro ou pior que o da URSS, pelo que decidiu fugir para a Jugoslávia de Tito! Em 1947 foi criado o Kominform, que só incluía os países comunistas, contrariamente ao que vem referido em certas informações da Internet, que afirmam ter este Organismo substituído a III Internacional, o que releva de um desconhecimento do Comunismo! Tendo Tito aceitado auxílio americano e dado sinais de rebeldia, a Jugoslávia foi expulsa do Kominform! Wolfgang Leonhard decidiu ir viver na República Federal da Alemanha, país onde se dedicou ao jornalismo e a escrever livros! Trata-se por conseguinte de alguém que conhecia o ´sistema` por dentro, o que confere a esta obra a segurança da informação!

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue