Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sábado, 18 de setembro de 2010

«NOVA EVANGELIZAÇÃO» - ´PERSPECTIVA DOS OPRIMIDOS` - LEONARDO BOFF



«NOVA EVANGELIZAÇÃO»
´PERSPECTIVA DOS OPRMIDOS`
LEONARDO BOFF
COPIDESQUE: ORLANDO DOS REIS
DIAGRAMAÇÃO: DANIEL SANT'ANNA e PATRÍCIO FLORÊNCIO
EDITORA VOZES
FORTALEZA - 1990
ISBN: 85.326.0344-0

Em que medida o EVANGELHO anunciado na AMÉRICA LATINA, a partir de 1492, pode ser
considerado BOA-NOVA de vida e de liberdade? Certamente os missionários empenharam imensa generosidade; muitos foram PROFETAS que defenderam o direito dos índios contra a dominação bárbara dos encomendeiros e dos colonos ibéricos; outros inseriram-se nas culturas autóctenes e nas suas crónicas e relatos nos legaram a memória das grandes culturas andinas e mesoamericanas: outros embrenharam-se nas selvas e aí amaram os índios até à morte. Mas paira sobre todos um estigma: por melhores que fossem, os missionários eram da mesma raça, do mesmo grupo humano e da mesma religião dos dominadores. Em razão disso, a maioria dos indígenas e dos negros do CONTINENTE meso e sul-americano viam na catequese e na evangelização um instrumento de dominaçaõ.
Diz um famoso texto maia do tempo da invasão ibérica: ´Ai entristeçamo-nos porque chegaram...
A chegada do cristianismo foi o começo da nossa miséria, o começo da escravidão...o começo do pacecimento... Cristianizaram-nos, mas fazem-no passar de um domínio a outro como animais...Eles ensinaram-nos o medo, vieram fazer as flores murchar. Para que a sua flor vivesse, danificaram e engoliram a nossa flor` (do livro CHILAM BALAM de CHUMAYEL).
Como fazer para que o cristianismo seja BOA-NOVA para as culturas da AMÉRICA LATINA e também para as culturas emergentes de cunho popular? Esse é o desafio que LEONARDO BOFF assume. Com dados históricos, antropológicos, pedagógicos e teológicos, procura mostrar como o cristianismo latino-americano tem hoje a oportunidade de ser uma poderosa força de transformação social, a partir daquilo que essencialmente é, e que merece realce, uma mensagem religiosa de libertação integral. Na América Latina, o cristianismo ou será libertário, a partir das culturas oprimidas, ou perderá a credibilidade e ficará à margem da história.
Para que isso não aconteça e para ajudar ao posicionamento correcto destas questões é que o
Autor assumiu o risco de ser apontado como ovelha tresmalhada ao escrever este livro!...










Sem comentários:

Pesquisar neste blogue