Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

terça-feira, 22 de maio de 2012

«RÉVOLTE ARMÉE?» (REVOLTA ARMADA?) -´Revelações sobre a tentativa de insurreição comunista no dealbar da Revolução nacional` - Berlim, 1933

                                                                         CAPA

                                                                   CONTRA-CAPA
                                                                      ROSTO






       «RÉVOLTE ARMÉE?»`
    («REVOLTA ARMADA?»)
´Révélations sur la tentative dínsurrection 
communiste à la veille de la Révolution Nationale`
(´Revelações sobre a tentativa de insurreição
comunista no dealbar da Revolução nacional`)


pelo Dr. ADOLF EHRT


Publicada pela União das associações
anti-comunistas da Alemanha
ÉDIÇÕES ECKART / BERLIM-LEIPZIG / 1933


Título original: 
«Gesamtverband deutscher antikommunistischer Vereinigungen»
ECKART-VERLAG, BERLIN-1933
IMPRESSÃO: EDMUND GAILLARD, BERLIN
Editado e impresso na Alemanha


Hans Martin Tibor-Leipzig executou os desenhos da capa segundo as fotografias originais. A contra-
-capa mostra a imagem do nacional-socialista Friedrich Schultz, assassinado; face a ele, o assassino
de Horst Wessel, Ali Höhler; por baixo, ao fundo um ´stock`de armas.




NOTA: Como é óbvio esta publicação em formato de revista, com 188 págs., é um relato de forte
           propaganda ´nazi` !...


A publicação está recheada de imagens e de informações que atingem pormenores, até à exaustão,
sobre o PARTIDO COMUNISTA DA ALEMANHA (KPD), que começou a ser atacado e provocado já em
1932, dada a benevolente e colaborante atitude de Von PAPEN! O ano de 1933 permitiu ao NSPD o
desmantelamento quase completo do KPD! Isto foi facilitado pela política de distensão de ESTALINE,
que, através do KOMINTERN, a «INTERNACIONAL COMUNISTA» (III INTERNACIONAL, formada em MOSCOVO em 1919), ordenou que o KPD se opusesse ao SPD (PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA - que
pertencia à II INTERNACIONAL); não se ficou por aqui, pois instigou as massas trabalhadoras a não
aderir às greves e acções convocadas pelo SPD!
LEÃO TROTSKY, no exílio ainda apelou para a unidade escrevendo «REVOLUÇÃO E CONTRA-
.REVOLUÇÃO NA ALEMANHA», mas a sua análise aguda e pertinente, da imperativa aliança na
luta formando uma frente única: KPD/SPD: pois esta publicação é a prova da razão que lhe assistia!




ÍNDICE DAS MATÉRIAS:


I - Sistema e história do comunismo na Alemanha


II - Conjura


III - Traição


IV - Alta traição


V - A insurreição armada


   a) Mobilização
   b) Terrorismo nas massas
   c) O último combate
   
VI - A tarefa


NOTA: A «União das Associações anti comunistas da Alemanha», compreende todas as organizações alemãs qualificadas - eclesiásticas, científicas e privadas - que consagram os seus mais sérios esforços ma luta contra o comunismo e ao estudo das suas concepções. Nela se filiam, entre outras: 
a ´Liga da Imprensa evangélica para a Alemanha`, o ´Serviço católico de investigações relativas ao Bolchevismo e ao Livre-Pensamento´(Dr. Algermissen) e o ´Instituto científico russo`. Os trabalhos da 
«União» inspiram-se no próprio espírito das ciências exactas e agem sem ´parti pris` .
É igualmente segundo estes princípios que elaborou a «Memória respeitante ao movimento revolucionário comunista na Alemanha», obra da casa Walter de Gruyter & Co., Berlin-Leipzig, que
editou por ordem das autoridades competentes. As constatações que aí são formuladas assentam
exclusivamente sobre sentenças do Supremo Tribunal do Reich, podendo qualquer leitor tomar
conhecimento pela leitura do seu texto. ....


«União da associações anti-comunistas da Alemanha», sociedade registada,
 Berlin SW 11, Europhaus







Sem comentários:

Pesquisar neste blogue