Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

quinta-feira, 24 de maio de 2012

«A IGREJA CATÓLICA E O NACIONAL - SOCIALISMO ALEMÃO» - ERNESTO COUTINHO - (DOCUMENTOS PONTIFÍCIOS E EPISCOPAIS) - 1942


«POSIÇÃO OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA FACE AO NEO-PAGANISMO NAZI»

                                                                       CAPA


                                                                        ROSTO






     «A IGREJA CATÓLICA E O
NACIONAL-SOCIALISMO ALEMÃO»


´DOCUMENTOS PONTIFÍCIOS 
          E EPISCOPAIS`


   ERNESTO COUTINHO 


Serviços de Imprensa e Informação
da EMBAIXADA BRITÂNICA, 1942
(5756.)   28066. Wt.32184 / P3003.  W.P.Ltd. Gp.8
131 Págs.




Esta publicação visa combater junto do público de língua portuguesa o paganismo nazi, anti-cristão
e evidentemente anti-judaico, pois como afirmou PIO XI, em alocução a peregrinos belgas: «SOMOS
ESPIRITUALMENTE SEMITAS»!
Os Serviços de Imprensa e Informação da Embaixada Britânica em Lisboa proporcionaram a Ernesto
Coutinho, cuja identidade desconheço e provavelmente será um pseudónimo, e à Igreja Católica nas
pessoas da Santa Sé e do Episcopado da Europa, a divulgação de enorme cópia de textos anti-nazis
ou, pelo menos de prevenção contra esse ideário!


O livro abre com excertos de uma «CARTA PASTORAL», datada de 1 de Outubro de 1939, do Cardeal
Cerejeira, Patriarca de Lisboa:


«. . . A ATMOSFERA do mundo anda envenenada. A organização oficial da mentira, o prestígio do
triunfo da força material, a sugestão dos instintos e apetites rebelados, o contágio das doutrinas neo-
-pagãs, -ameaçam fazer calar as exigências do ideal cristão.
O cristão, não pode ser indiferente perante Deus e o ateísmo militante, a verdade e o erro, a justiça e a violência, o direito e a opressão. . . .
. . . O culto de guerra é de natureza pagã. Trazem-no em si, como soldados armados o ventre do cavalo de Tróia, as doutrinas que emancipam da sujeição a Deus o egoísmo sagrado da Pátria, num
nacionalismo de exaltado, que não conheceria limitações senão as do interesse nacional; que
elevam a princípio absoluto o direito vital de um povo, com desprezo dos direitos vitais dos outros;
que cantam o dinamismo dos povos fortes e jovens, ainda quando viole a justiça e a moral, ofendendo os direitos de terceiros.
A base necessária da paz é a ideia cristã da cooperação dos povos na justiça e na caridade. Não se pode erigir em fonte de direito a grandeza territorial, populacional, económica ou cultural dum povo, para destruir outro. Por ser vitoriosa, a agressão injusta não dixa de ser condenável sempre à luz de Cristo. . . .
. . . Que é, com efeito, a barbárie senão a falta de organização jurídica defensora do direito e da moral? Impera ela, onde só domina a força. ....»




Os «Documentos Pontifícios e Episcopais datam de 1930, 1931, 1932, 1933, 1934, 1935, 1936, 1937, 1938,
1939-1940 e 1942!


Destaco a condenação do livro de Alfred Rosemberg « O MITO DO SÉCULO VINTE», decidida a 7 de Fevereiro de 1934, na Assembleia Geral da Suprema Congregação do Santo Ofício...tendo sido inscrita a referida obra no Index dos livros proibidos. É apresentada uma longa explicação da obra
e pensamento do balta nazi...
Condenação do livro de Frederic Schmidtke, «A imigração de Israel para Canaan»...
É de realçar a publicação na íntegra da famosa «MIT BRENNENDER SORGE», Encíclica que condena o
nazismo...é a terceira tradução que conheço em português editada em Portugal; aqui já referi as
outra duas, sendo todas as três distintas no modo de composição!


http://skocky-alcyone.blogspot.pt/2011/05/o-cristianismo-perante-o-racismo-lucien.html
http://skocky-alcyone.blogspot.pt/2009/08/afinal-o-corajoso-papa-pio-xi-sempre.html





Sem comentários:

Pesquisar neste blogue