Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

LEON TROTSKY - NECESSIDADE DA REDACÇÃO DE UM «PROGRAMA MÍNIMO» ? - Em «DEFESA DO MARXISMO»


«DEFENSE DU MARXISME» - URSS - MARXISME - ET BUREAUCRATIE
LEON TROTSKY
PREFÁCIO: PIERRE NAVILLE
INTRODUÇÃO E NOTAS: JEAN-JACQUES MARIE
E. D. I. - PARIS
ETUDES ET DOCUMENTATION INTERNATIONALES


Cerca de um ano antes de morrer, TROTSKY fez uma declaração de grande gravidade, que implicaria, se tivesse sido levado a sério, uma postura mais crítica da parte dos que dele se reivindicavam! Pouco após o início da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL, ele expressou a sua « firme convicção » de que a « presente guerra(...) provocaria uma revolução proletária» que «levaria inevitavelmente ao derrubamento da burocracia na URSS e à regeneração da democracia soviética(...)» .« Se, contudo», acrescentou, « a guerra actual não provocar a revolução, mas o declínio do proletariado(...)» e «na hipótese do proletariado das nações capitalistas avançadas, havendo conquistado o poder, não ser capaz de o manter, entregando-o, como na UNIÃO SOVIÉTICA, a uma burocracia priveligiada», e mais « se o proletariado mundial se mostrar de facto incapaz de cumprir a missão que o processo do desenvolvimento histórico lhe conferiu, (...) nada mais restaria senão reconhecer abertamente que o programa socialista baseado nas contradições internas da sociedade capitalista (...) se saldou em pura utopia» e « então a burocracia tornar-se-á uma nova classe exploradora ». E TROTSKY conclui com a coragem que o caracterizava: « Seria então necessário e evidente, elaborar um programa ´MINIMUM` para a defesa dos interesses dos escravos da sociedade burocrático-totalitária.» (A URSS EM GUERRA-COYACAN-MÉXICO,25 de Setembro de 1939 ).

in «IN DEFENSE OF MARXISM, N. Y. 1942 »

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue