Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

«EVOLUÇÃO PHILOSOPHICA DO ESPIRITO HUMANO» - JOSÉ AUGUSTO CORRÊA (Autor de imensa obra, publicada em livros, sendo que dois foram traduzidos para françês!)



«A EVOLUÇÃO PHILOSOPHICA DO ESPIRITO HUMANO»
JOSÉ AUGUSTO CORRÊA
Imprensa de Manuel Lucas Torres
LISBOA - 1916


Do ´PREAMBULO»


Pessoas ilustradas e amigas admiram-se de que o autor se ocupe de filosofia quando o mundo estremece ao pavoroso desenvolver da mais tremenda conflagração de todos os tempos da humanidade e, principalmente, porque em consequência dos decisivos acontecimentos actuais, a literatura entrou em nova fase, adaptando-
-se às condições sociológicas e históricas do momento.
Primeiro que tudo é preciso não confundir a literatura com a ciência, da qual a filosofia é o conjunto, o complemento e a súmula indispensável e imortal. ...............A ciência eterna - eterna e imperecível - evoluciona ao impulso intelectual de apóstolos dedicados que, para enriquecê-la, em vez de conquistar territórios derramando criminosamente o precioso sangue humano e calcando aos pés compromissos de honra, desbravam as entranhas da terra, pairam na imensidade etérea, aprofundam os arcanos da própria inteligência e aí conquistam, pacífica e gloriosamente, ideais, elementos novos. cuja aplicação e cujo desenvolvimento favorecem e dignificam a humanidade. ........................................
O espírito humano evoluciona incessantemente à procura da verdade e da verdadeira sabedoria, iluminado pela filosofia, na generalidade e, especialmente, pela filosofia da história, que é a análise feita por ele e por intermédio das leis que governam o mundo moral, aos factos capitais produzidos nos anais dos tempos.
O pensamento humano - até à prova indiscutível de que os destinos da humanidade são obra de Deus - é a única potência, invisível e formidável, que agita e desenvolve as sociedades, as imortaliza na História e subsiste, nas criações humanas, ao pó da gerações e dos séculos.


.......................................................................................................................


NOTA:
Porque razão no nosso país, Portugal, um autor como José Augusto Corrêa, é praticamente votado ao olvido? Na NET em pesquisa em língua portuguesa apenas uma referência:
http://memoria-africa.ua.pt/Default.aspx?TabId=166&language=en-US&q=ED+h.+b.+torres&p=13


Porém a editora era bem conhecida:
http://docbweb.cm-lisboa.pt/plinkres.asp?Base=ISBD&Form=COMP&StartRec=0&RecPag=5&NewSearch=1&SearchTxt=%22ED%20Imprensa%20de%20Manuel%20Lucas%20Torres%22


Em contrapartida, a França dele se lembra! Em importante estudo sobre a cidade de PARIS, no ´site` - ´Memoire Online`- é citado na bibliografia do referido estudo, com o título: «Le Paris souterrain dans  la littérature», de Céline Knidler ( A propósito de uma das suas obras traduzidas para francês: ´´Paris -Lumière, Paris- Ténèbres` , cuja existência pode ser verificada na imagem da contra-capa, abaixo...):
 http://www.memoireonline.com/01/09/1922/Le-Paris-souterrain-dans-la-litterature.html




LEONARDO COIMBRA, afirmava que Portugal era o país mais anti-filosófico do planeta...e, penso eu, o mais ingrato para a memória de quantos pensaram. escreveram e deram à estampa as suas obras!



Sem comentários:

Pesquisar neste blogue