Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

«O DIREITO DE SER HOMEM» - UNESCO - Selecção de Textos Organizada sob a Direcção de JEANNE HESCH




«O DIREITO DE SER HOMEM»
Selecção de Textos sob a Direcção de
         JEANNE HESCH
Tradução de Homero de Castro Jobim
Prefácio: René Maheu, Director Geral da UNESCO
Prefácio da Edição Brasileira: 
Arthur Cezar Ferreira Reis, Presidente do Conselho Federal de Cultura
UNESCO - 1969
CONQUISTA- 1972 PARA A LÍNGUA PORTUGUESA (561 págs.)
1972 ANO INTERNACIONAL DO LIVRO
Obra publicada originariamente nas línguas francesa e inglesa pela Organização das Nações Unidas para
a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A versão para a língua portuguesa é publicada com a
autorização expressa da Unesco.




PREFÁCIO (Excertos)


Para assinalar o vigésimo aniversário da ´Declaração universal dos direitos do homem`, a Conferência geral da Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO) desejou fosse publicada uma coletânea de textos, oriundos das mais diversas tradições e épocas, e que - realçando,
pela própria diversidade das suas origens, a profunda unidade de seus significados - ilustrassem a universalidade, no tempo e no espaço, da afirmação e da reivindicação do ´direito de ser homem`.
Apresente obra esforça-se em corresponder a este desígnio.
....
...Embora seja o produto de um trabalho colectivo de que participou grande número de colaboradores, tanto
no exterior como no interior da Secretaria, ele é devido essencialmente a Jeanne Hersch, directota da Divisão de Filosofia....
......Este livro não foi feito para ser lido do principio ao fim, de modo contínuo, nem foi composto tendo em vista um estudo metódico. O leitor poderá abri-lo em qualquer parte ou segundo a sua disposição de espírito,
meditar sobre algumas linhas ou algumas páginas, e tornar a fechá-lo. E haverá de perceber - para sempre, assim o espero - algo de gosto suave e terrível, doce e amargo, exaltante e sórdido, da história dos homens
em suas mais essenciais significações.
De início, o leitor talvez tenha a impressão de que tudo já foi dito e vivido, em muitos lugares, há séculos e
milénios. Mas sem dúvida, reflectindo melhor, descobrirá que tudo resta ainda a fazer e a inventar. Grandes
que tenham sido os esforços e os progressos realizados; heróicos os inumeráveis sacrifícios - o preço do homem livre ainda não foi pago pelo homem, nem mesmo foi definido em seu justo valor. A tarefa imemorial
permanece. E neste mesmo instante...


Neste mesmo instante, milhões de seres humanos, nossos semelhantes, acabrunhados ou revoltados, nos
esperam - ´a ti e a mim`.


 RENÉ MAHEU


Paris, Abril de 1968


SUMÁRIO:


O HOMEM


O PODER


LIMITES DO PODER


LIBERDADE CIVIL


VERDADE E LIBERDADE


DIREITOS SOCIAIS


A LIBERDADE CONCRETA


EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA


SERVIDÃO E VIOLÊNCIA


O DIREITO CONTRA A FORÇA


IDENTIDADE NACIONAL E INDEPENDÊNCIA


FONTES E FINS


BIBLIOGRAFIA 

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue