Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

O «CONDE BELISÁRIO» - ROBERT GRAVES - Estúdios Cor («COUNT BELISARIUS»)






«CONDE BELISÁRIO»
 ROBERT GRAVES
Tradução de Fernanda Pinto Rodrigues
COLECÇÃO LATITUDE - 57
ESTÚDIOS COR
LISBOA, 1964
489 págs., acrescidas de mapas  e nota da tradutora...
Título original: «Count Belisarius»
1ª edição, 1938




Robert Braves, nascido em Londres em 1895, é de origem irlandesa. Formou-se em Oxford e foi professor no Cairo. Viveu na Ilha de Maiorca, desde o fim da II Guerra Mundial, onde veio a falecer em 1985!
À data de edição portuguesa de «CONDE BELISÁRIO», era considerado por muitos críticos o maior poeta inglês vivo, tendo sido também ensaísta e romancista. Os seus romances históricos são verdadeiros prodígios de reconstituição erudita, de ironia, de penetração psicológica, só possíveis a um grande escritor de sólida e profunda cultura clássica!...


No ´post` anterior referi o seu nome, que só vim a conhecer após ter encetado estudos sobre Teologia
das Igrejas Ortodoxas e me ter confrontado com a riquíssima Civilização Bizantina! Para mim foi uma surpresa constatar que, pelo menos em Portugal, no ensino habitual de História, só existia uma EUROPA, a Carolíngia, a do SACRO IMPÉRIO e o que se seguiu na luta entre GUELFOS e GIBELINOS, em suma, o que tinha a ver com o chamado Ocidente!


BELISÁRIO, nasceu cerca de 500, na Ilíria e faleceu em Constantinopla em 565. General bizantino que serviu,  sendo Imperador Romano JUSTINIANO. Sob o seu domínio, Belisário foi um General que comandou várias campanhas vitoriosas, quer na Ásia quer em África e na Europa! A Belisário se ficou a dever o esmagamento das duas facções do Circo Bizantino, cuja revolta ficou a ser conhecida por
«NIKA» e que envolvia Azuis e Verdes!...Esta revolta ainda chegou a ameaçar JUSTINIANO...
Entretanto Belisáro, encarregado pelo Imperador de voltar a unir sob a sua égide toda a margem do
Mediterrâneo, venceu os Vândalos no norte de África, mais precisamente no que se intitulava «África
pró-Consular Romana»! Incumbido de expulsar os Ostrogodos da Itália, conquistou Nápoles, Roma e Ravena tendo feito prisioneiro o rei Vitigés, que foi enviado sob prisão para Constantinopla (Ravena, célebre pelos seus ricos e belos mosaicos, tornar-se-á a sede do Exarcado Bizantino na Itália!). Opôs-
-se aos sucessos de Cósroas I, rei dos Persas, na Ásia Menor (mais propriamente a antiga «Ásia pró-
-Consular Romana». Não tendo conseguido salvar Roma dos Godos, foi bem sucedido ao repelir uma ofensiva dos Búlgaros contra Constantinopla!
O Imperador JUSTINIANO, invejoso da sua glória, acusou-o de conspiração! Foi afastado de todos os cargos e caiu em desgraça, tendo mais tarde sido reabilitado!...


ROBERT GRAVES, de modo genial, através das 489 páginas, narra-nos a epopeia deste grande Cabo de Guerra, servindo-se de um eunuco, Eugénio, servo de Antonina, esposa de Belisário!


«Eu, autor deste trabalho grego, sou pessoa de pouca importância, um simples criado; mas passei quase toda a minha vida ao serviço de Antonina, esposa de Belisário, e deveis dar crédito ao que escrevo...»
........


http://pt.wikipedia.org/wiki/Belis%C3%A1rio
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guelfos_e_Gibelinos






Sem comentários:

Pesquisar neste blogue