Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

«OS MANUSCRITOS DO MAR MORTO» - JOHN MARCO ALLEGRO («THE DEAD SEA SCROLLS»)




«OS MANUSCRITOS DO MAR MORTO»
 JOHN MARCO ALLEGRO
Tradução de Eurico da Costa
COLECÇÃO ESTUDOS E DOCUMENTOS - nº 9
PUBLICAÇÕES EUROPA-AMÉRICA
LISBOA-1958
(Impresso durante o mês de Agosto de 1958)
279 págs.
Título original: «THE DEAD SEA SCROLLS»
PEGUIN BOOKS - 1956




Foi nos começos do verão de 1947 que um pastor árabe encontrou numa gruta cerca do Mar Morto, vasos que continham sete pergaminhos. Este acontecimento fortuito deu lugar à mais sensacional descoberta no campo da arqueologia bíblica. Manuscritos do livro de Isaías cuja antiguidade era superior de mil anos, aproximadamente, aos textos hebreus (massoréticos) do Antigo Testamento, constituiam as primícias de uma série de de descobertas de textos que se verificou formarem parte da biblioteca de uma comunidade monástica judaica que viveu antes da época de Cristo e durante os primeiros anos da era cristã. 
A descoberta destes manuscritos na região do Mar Morto ofereceu aos investigadores um material riquíssimo para o estudo das seitas judaicas, das comunidades monásticas judaicas e das origens do Cristianismo.
Este livro que celebrizou o autor, John Marco Allegro, é uma das várias tentativas de delineamento do esquema geral dos resultados obtidos até à data e do que podia esperar-se, ou já era adquirido, durante estudos rigorosos e exaustivos de erudição e de investigação. A crítica considerou-o - e muito justamente até alguns anos após, quando J.M. Allegro se tornou um dissidente (´maverick`), que movido pela impaciência e motivado por opiniões pessoais, quiçá já acalentadas no seu foro íntimo -
um dos mais simples e de fácil leitura de quantos livros foram escritos sobre uma sólida base científica mas o estilo é acessível e vivo.
John Marco Allegro não era um vulgarizador, antes um especialista altamente dotado para comunicar (como irá mostrar quando decidiu emitir opiniões pessoais, eminentemente subjectivas e que lhe permitiam afirmar o que decidia ser a autenticidade e verdade das suas pesquisas!...) em linguagem simples os resultados das suas investigações à época em que escreveu a presente obra. 
Allegro participou do grupo internacional de sábios e de investigadores que em Jerusalém restituiram, transcreveram e publicaram os «Manuscritos do Mar Morto». Era uma autoridade mundial na matéria que neste livro relata uma página, até aí desconhecida,  da História da Humanidade.


A presente obra quase de certeza foi a segunda a ser traduzida e publicada em Portugal!


http://books.google.pt/books/about/The_Dead_Sea_scrolls.html?id=ZiwPAQAAIAAJ&redir_esc=y




Sem comentários:

Pesquisar neste blogue