Número total de visualizações de página

Os meus blogues

Os meus blogues...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

«MARTINHO LUTERO E AS 95 TESES DE PROTESTAÇÃO DA FÉ»

«A REFORMA DE LUTERO»

                                                         1ª Volume (591 págs.)


                                                            2º Volume (472 págs.)


«LA REFORME DE LUTHER»
   J. Lortz
Théologie sans frontières
Tradução: Daniel Olivier
Les Éditions du Cerf
Paris - 1970
2 vols.
1ª vol. :
Depósito Legal: 3º trimestre 1970
Nº de edição 5969 - Nº IV - 70 - 517
2º vol.:
Depósito legal: 4º trimestre 1970
Nº de edição 5970 - Nº VI - 70 - 506
Original: «Die Reformation in Deutschland»
Verlag Herder KG im Breisgau 1962

As Noventa e Cinco Teses.

Inspirado por vários motivos, particularmente a venda de indulgências, na noite anterior ao Dia de Todos os Santos, a 31 de outubro de 1517, Lutero afixou na porta da Igreja de Wuttenberg, sua teses académicas, intituladas "Sobre o Poder das Indulgências". Seu argumento era de que as indulgências só faziam sentido como livramento das penas temporais impostas pelos padres aos fiéis. Mas Lutero opunha-se à ideia de que a compra das indulgências ou a obtenção das mesmas, de qualquer outra maneira, fosse capaz de impedir Deus de aplicar as punições temporais. Também dizia que elas nada têm a ver como os castigos do purgatório. Lutero afirmava que as penitências devem ser praticadas diariamente pelos cristãos, durante toda a vida, e não algo a ser posto em prática apenas ocasionalmente, por determinação sacerdotal.

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue